//Escuro no inverno e claro no verão? Nada disso!

Escuro no inverno e claro no verão? Nada disso!

Foi-se o tempo em que havia uma divisão de cores para inverno e verão. As coleções costumavam ser claramente separadas entre peças claras para a temporada de calor, e escuras para o frio. Porém, diversos fatores fizeram com que esse clichê fosse derrubado, tornando as cartelas de cores muito mais democráticas, independente da estação. 

Quer duas provas disso? As coleções de verão 2017 estão repletas de estampas florais com fundo escuro. O que muda? Os tecidos, que são muito mais leves se forem comparados aos invernais. Outro indício disso é que o look total black está super em alta. E não é nada dedicado à noite. São composições para o dia. 

Mas afinal, por que costumava existir essa divisão? Em tempos onde climatização não era algo tão comum como nos dias de hoje, os tecidos escuros eram úteis para atrair os raios solares e deixar a peça mais quentinha. Em contraponto, as cores claras repelem os raios solares, deixando tudo muito mais fresco.  

O que não existia antigamente era a tecnologia dos tecidos. Nos dias de hoje é perfeitamente normal encontrarmos peças que tenham adaptação térmica para dias quentes e frios. Por exemplo, o Neoprene, que foi criado para ser usado em roupas para surfe e atividades marítimas, passou a ser muito bem usado pela moda inverno. As fibras naturais, como o algodão, permitem que os looks mas escuros respirem, provocando conforto térmico. 

E por que essas barreiras foram derrubadas? A razão é simples. A moda se tornou muito mais democrática, as pessoas devem prezar por vestir o que as faz sentir bem. É raro existir uma cartela de cores predominantes. Assim como estampas estão cada vez menos datadas por estação (basta ver as plantas tropicais, que aparecem em ambas coleções).  

A moda está cada dia mais democrática, inclusive nas cores. Aproveite! 

 

De |2017-11-14T10:47:14+00:00novembro 14th, 2017|Não categorizado|0 Comentários

Sobre o autor:

maisa

Deixe um Comentário